fechar
LOGIN ASSOCIADO
English (United States) Português do Brasil

ABHH promove mesa-redonda para discutir desafios éticos e administrativos da hematologia durante o HEMO 2017

Em 8 de novembro, no primeiro dia do HEMO 2017, a ABHH promoverá uma mesa-redonda inédita sobre os desafios éticos e administrativos do hematologista no século XXI. Entre os principais temas, estarão em pauta: “Crise de medicamentos: quando o novo vem e o velho desaparece”, “Medicina baseada em evidência e políticas públicas”, e “Impactos da judicialização na saúde”.

A iniciativa foi criada para estimular a participação dos hematologistas e levá-los a debaterem sobre assuntos importantes para a prática da especialidade. O encontro acontecerá das 15h às 16h30, no auditório Iguaçu, do Expotrade Convention Center.

Carmino Antonio de Souza, diretor científico da ABHH e Secretário Municipal de Saúde de Campinas, acredita ser uma discussão importante para qualquer médico e gestor. “Precisamos ter uma responsabilidade enorme e a mesa terá esse sentido de enfatizar o papel de gestor que existe em cada um de nós, médicos”, comenta.

Sua apresentação será, principalmente, sobre como incorporar inovações e avanços na política de saúde, levando em conta, também, o ponto de vista econômico. “Irei abordar sobre como as perdas de gestor público impactam no dia a dia e o quanto jogamos fora de recursos por mau uso, judicialização e uma série de outros fatores que impactam e fazem com que percamos, na gestão da saúde, recursos que poderiam ser mais bem aproveitados”.

A ciência também pode ser uma forte aliada nessa questão. “Também irei falar sobre como a ciência pode ajudar na decisão de novas políticas públicas e mostrarei alguns exemplos do mundo, principalmente da Inglaterra e Itália, onde isso é uma preocupação constante”, finaliza.

Para conferir os temas e horários da atividade, acesse: https://goo.gl/8mP2nF