fechar

Hemo 2018 chega ao fim com marca histórica de participantes

Sucesso de público, o Hemo 2018 terminou hoje, 3, com recorde de público. Foram pouco mais de 5.500 mil participantes ao longo dos quatro dias de evento. Durante a parte da manhã, o Dr. Tony Green, chefe do departamento de hematologia da universidade de Cambridge, proferiu a Conferência Magna do sobre neoplasias mieloproliferativas no auditório 5 e 6 do Transamerica Expo Center.

Com a sala lotada, o especialista deu um show de carisma ao agradecer, em português, o convite e prestígio do público, além de dizer que adora o Brasil. O Dr. Eduardo Rego, presidente do Congresso deste ano ressaltou a qualidade da palestra. “A conferência foi de nível internacional. O Dr. Green abordou o processo de sequenciamento genético de células-tronco individuais do sistema hematopoiéticos e o trabalho desenvolvido por ele com árvores filogenéticas capazes de determinar o momento na vida do individuo em que surgiram mutações, e a ordem em que as mutações ocorreram em diferentes idades”, disse. Ao final da sessão, o Dr. Renato Sampaio Tavares entregou uma placa homenageando o Dr. Eduardo Rego pelo sucesso do evento.

Paralelamente à Conferência Magna, aconteceram o 8º Fórum Educacional das Instituições de Apoio a Pacientes Portadores de Doenças Hematológicas ou Onco-hematológicas e o 14º Simpósio de Psicologia Hospitalar. À tarde a ABHH ainda realizou o I Simpósio de Ciências Biomédicas.

A ABHH também sorteou para médicos residentes associados um pacote completo para o 60th ASH Annual Meeting, que acontece em San Diego entre os dias 1º e 4 de dezembro. Para os associados presentes que anteciparam a anuidade do ano que vem foi sorteado um pacote para o Hemo 2019, que será realizado na cidade do Rio de Janeiro entre os dias 6 e 9 de novembro. Os premiados ganharam inscrição, passagem área, hotel e café da manhã para todos os dias dos eventos.

Durante a visita guiada aos pôsteres, os participantes tiveram a oportunidade de conversar com os autores e esclarecer dúvidas sobre os trabalhos científicos expostos. Foram quase 1.200 trabalhos, sendo 556 apresentados neste sábado.

As mesas-redondas e conferências ao longo do dia trouxeram conteúdos de ponta voltados para a hematologia pediátrica; hematologia laboratorial; onco-hematologia; hemoterapia; hemostasia e trombose, e terapia celular. No auditório 1 o Dr. Dante Langhi Jr., presidente da ABHH, e Dr. Dimas Tadeu Covas, ex-presidente da ABHH e coordenador do Comitê de hemoterapia da entidade, falaram sobre o controle de temperatura de plaquetas e produção de células em laboratório, respectivamente. O dia de hoje ainda contou com a participação dos Drs. Michael Busch e Svetoslav Slavov.

Na área de hematologia pediátrica o último dia do painel contou com a participação do Dr. Raul Ribeiro, membro do departamento de oncologia do St. Jude Children’s Research Hospital, e da Dra. Jane Hankinks, integrante da área de hematologia do St. Jude. Em onco-hematologia, destaque para a presença do Dr. Nelson Hamerschlak, presidente da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (SBTMO) e coordenador do departamento de hematologia do hospital Albert Einstein, do Dr. Afonso Vigorito, médico supervisor da unidade de transplante de células tronco hematopoiéticas do Hemocentro de Campinas/HC Unicamp e vice-presidente da SBTMO, e da Dra. Belinda Pinto Simões professora da Universidade de São Paulo.