fechar

Incidência de HIV aumenta em 12 cidades do país, aponta pesquisa do Ministério da Saúde

No início do mês, o jornal Folha de S. Paulo publicou uma matéria sobre o aumento de HIV em 12 capitais do país em homens homossexuais. A pesquisa, encomenda pelo Ministério da Saúde, entrevistou 4.176 mil homens, dos quais 3.958 realizaram o teste para identificar a doença. Neste grupo, 18,4% apresentaram sorologia positiva, ante 12,1% em 2009.

O estudo, coordenado pela professora Lígia Kerr, da Universidade Federal do Ceará, também revelou que a taxa de soropositivos em jovens entre 15 e 19 anos triplicou – de 2,4 para 6,7 casos por 10 mil habitantes. A matéria também cita dados do Ministério da Saúde que apontam que apenas 56% das pessoas entre 15 e 24 anos usam camisinha com parceiros eventuais.

Entre as possíveis causas para o aumento da doença, está o aumento do número de parceiros, redução do uso da camisinha e falta de campanhas preventivas contra o HIV. Além disso, os jovens iniciam a vida sexual sem que haja a devida orientação sobre a Aids e seus efeitos, segundo Lígia.

O aumento da doença tem impactos relevantes na vida do portador, mesmo que hoje seja possível viver com qualidade de vida. A difusão do vírus também afeta a doação de sangue no país, diminuindo os estoques de hemoderivados e prejudicando milhares de pessoas que precisam diariamente de sangue e seus componentes.

Leia a matéria na íntegra: https://goo.gl/pBEJsd