fechar
LOGIN ASSOCIADO
English (United States) Português do Brasil

Coordenador de comitê da ABHH é o único brasileiro a dar aula no programa educacional do ASH 2017

Entre 9 e 12 de dezembro, acontece em Atlanta, estado da Georgia, o 59th ASH Annual Meeting & Exposition, o maior congresso de hematologia do mundo. O evento reúne pesquisadores e hematologistas de diversos países e traz o que há de mais relevante na especialidade.

Representando a hematologia brasileira, o Dr. Rodrigo Calado, coordenador do comitê de falências medulares da ABHH, será o único brasileiro a lecionar aula no programa educacional do ASH. Sua apresentação será sobre o tratamento de falências medulares congênitas e acontecerá no dia 10 de dezembro, a partir das 7h30 e será reproduzida por ele no dia 11, a partir das 10h30.

O hematologista discutirá o uso de fatores de crescimento e hormônios sexuais para o tratamento de falências medulares congênitas. Além disso, falará sobre como a compreensão das bases moleculares de falha da medula, junto com a derivação de células-tronco pluripotentes específicas do paciente podem ajudar a identificar até mesmo novos medicamentos.

“Temos algumas novidades no tratamento de falências medulares para discutir durante o congresso. É uma honra muito grande, para mim, fazer com que a hematologia brasileira se sinta representada dentro do congresso mais importante do mundo para a especialidade”, celebra Calado.

Além disso, Rodrigo Calado comandará uma apresentação estruturada na forma de “como eu trato” sobre anemia aplástica, no dia 9. Trata-se de uma discussão interativa, de público limitado – para participar é necessário adquirir os ingressos disponibilizados durante o ASH.

Para mais informações, acesse o programa educacional: https://goo.gl/s21iLa