fechar
LOGIN ASSOCIADO LOJA VIRTUAL
English (United States) Português do Brasil

Residência Médica no Brasil é discutida pela ABHH em Fórum

A ABHH deu início na última quinta-feira, em 30 de março, na extensa agenda de eventos de 2017.  A primeira atividade foi o II Fórum de Residência Médica, que promoveu a discussão sobre a Residência Médica no Brasil, nas áreas de Hematologia e Hemoterapia. O encontro aconteceu no Auditório Unifesp, em São Paulo (SP).

A abertura foi realizada por Dimas Tadeu Covas, presidente da ABHH, que se mostrou satisfeito com a realização do Fórum, com agradecimento aos convidados que participaram da primeira mesa de discussão, coordenada por Carmino Antonio de Souza, diretor da ABHH, Rosana Leite, representante do Ministério da Educação (MEC e CNRM), e Silvia Magalhães, diretora de comunicação da ABHH.

Durante o encontro, foram discutidos aspectos como o panorama atual da residência médica no Brasil, o novo perfil do médico, a questão sobre os pré-requisitos de clínica médica e quais repercussões isso teria para o residente. Além disso, foi-se questionado a passagem do especialista na especialidade em medicina de família e comunidade.

Rosana Leite falou sobre a mudança do perfil médico e o impacto dos programas de valorização da atenção primária. “Participar hoje foi extremamente produtivo, pois conseguimos difundir o assunto e alinharmos principalmente nossas matrizes de competências para podermos operacionalizar”, explicou a médica.

No período da tarde, a discussão foi relacionada ao impacto do novo programa de Residência em Clínica Médica e a atual situação e desafios na Residência em hemoterapia, transplante de medula óssea e as propostas de supervisão dos programas de residência médica.

De acordo com Silvia Magalhães, diretora de comunicação da ABHH, o II Fórum cumpriu seu papel, conforme o anterior, realizado em 2012. “Foi um dia extremamente profícuo e terminamos com uma pauta de discutir os direcionamentos, junto ao Conselho Nacional de Residência Medica, AMB, além de também dialogar com outras sociedades de especialidades, pois estamos em uma situação delicada na atual conjuntura. Agora, temos muito o que fazer, tendo em mente que isso será benéfico ao residente”, afirma.

Estiveram presentes no Fórum: Ângelo Maiolino, Belinda Pinto Simões, Carmino Antonio de Souza, Dante Langhi Jr., Eduardo Magalhães Rego, Hélio Moraes de Souza, Rodrigo Calado, Rosana Leite de Melo e Silvia Magalhães.