fechar

Visita guiada e trabalhos científicos são destaques do penúltimo dia do Hemo 2018

O terceiro dia do Hemo 2018 trouxe ao Transamerica Expo Center, em São Paulo, destaques como a apresentação dos trabalhos científicos; do 22º Simpósio Nacional de Captação de Doadores de Sangue; do 10º Simpósio de Farmácia em Hematologia e Hemoterapia; 20º Simpósio de Odontologia em Hematologia e Simpósios Corporativos, além do lançamento do livro “Tratado em Hemoterapia – Fundamentos e Prática”.

A sessão de pôsteres ficou lotada para a visita guiada aos trabalhos expostos. Hoje foram apresentados 594 trabalhos em diferentes áreas do conhecimento da hematologia, hemoterapia e terapia celular. Os congressistas tiveram a oportunidade de conversar com os autores e debatedores presentes no espaço para conhecer e se aprofundar mais nos estudos disponíveis. Amanhã, serão mais 556 trabalhos à disposição do público com visita guiada a partir das 15h.

Após três anos de trabalhos intensos de revisão e atualização, a editora Atheneu publicou a segunda edição do “Tratado em Hemoterapia – Fundamentos e Prática”. O evento de lançamento contou com a participação dos organizadores do livro, Prof. Dr. Dante Langhi Jr., presidente da ABHH, Prof. Dr. Dimas Tadeu Covas, ex-presidente da ABHH e coordenador do Comitê de Hemoterapia da entidade, e Prof. Dr. José Orlando Bordin, integrante do Comitê de Hemoterapia. O livro pode ser adquirido no stand da ABHH durante todo o Hemo.

Ao longo do dia a ABHH promoveu a 22º edição do Simpósio Nacional de Captação de Doadores de Sangue nas salas 14 e 15. Foram dez speakers e quatro moderados para discutir os desafios para a captação de doadores em 2018; dilemas do captador; estratégias de fidelização e motivação do doador de sangue e influências digitais, entre outros.

Já o 10º Simpósio de Farmácia em Hematologia e Hemoterapia abordou os estudos com derivados de plantas medicinais e outros componentes naturais para o tratamento de doenças hematológicas; ensaios clínicos para o desenvolvimento de novos medicamentos e ambulatório de hemofilia.

Para encerrar o penúltimo dia do Hemo 2018, o 20º Simpósio de Odontologia em Hematologia premiou o melhor trabalho em odontologia para Priscila Saquet, autora principal do estudo “o papel da imunofenotipagem por citometria de fluxo no diagnóstico de lesões neoplásicas hematológicas em boca: relato de dois casos clínicos”.

Dez empresas parceiras participaram dos Simpósios Corporativos, realizados na parte da tarde. Estiveram presentes os especialistas Dirk de Korte e Christopher Elliot para falar sobre Segurança e Eficiência Aplicada à Medicina Transfusional. Os Drs. Otávio Baiocchi, Laura Fogliato e Steven Horwitz apresentaram temas como estratégias para otimização de resultados para pacientes com Linfoma de Hodgkin e LAGCs R/R e novas perspectivas para linfomas cutâneos. Os Drs. Daniel Dias Ribeiro e Stephan Moll discutiram a Importância do Diagnóstico e Predição de Doenças Trombóticas, abordando uso clínico do dímero-D em tromboembolismo venoso e predição de TEV em pacientes com câncer.

No Auditório 4, o assunto foi Atualização em Anemia Aplástica, enquanto os Drs. Rodrigo Calado e Regis Peffault De Latour abordaram Anemia aplástica severa – 1ª linha. Aconteceu também o Painel de Especialistas, com moderação do Dr. Celso Arrais e apresentações dos Drs. Francesc Bosch e Matthew Davids no Auditório sobre a nova era do tratamento de leucemia linfocítica crônica.

Outro tema abordado foram as estratégias terapêuticas individualizadas para pacientes com Mieloma Múltiplo Refratário/Recidivado. Com a moderação da Dra. Vânia Hungria e apresentações dos Drs. Rafael Fonseca e Ajai Chari. Já o Dr. Jairo Sobrinho falou sobre o desperdício de quimioterápico e tamanho ideal de vial de bortezomibe. Por fim, os Drs. Phillip Scheinberg e Gérard Socié apresentaram assuntos como fisiopatologia, diagnóstico e grupos de alto risco, tratamento da HPN alta atividade da doença e caso clínico, PNH no contexto do BMF & caso clínico.